O Pequeno Príncipe

✨Aquele livro que uma vez na vida devemos ler 📖

A história do Pequeno Príncipe foi contada pelo Tio João Pedro no dia Internacional da Contação de Histórias.

🤴 O Pequeno Príncipe é um dos personagens mais queridos de todos os tempos, que empolga crianças e adultos com ensinamentos inesquecíveis sobre simplicidade e amizade.
Le Petit Prince, título original, é uma obra literária do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, publicado pela primeira vez em 1943, nos Estados Unidos.
Obra marcada pelo alto teor filosófico e poético, mesmo sendo considerada literatura para crianças.
É o terceiro livro mais traduzido do mundo, em mais de 160 idiomas, e um dos mais vendidos. O clássico ganhou diversas adaptações no cinema, em espetáculos teatrais e musicais.
📍Esse clássico da literatura você encontra na Biblioteca Pública de Guaratuba.

Cerimônia de instalação da Réplica do Cristo Redentor aos pés do Morro Brejatuba

Confira no vídeo os momentos marcantes da cerimônia!
No sábado (31 de julho), aconteceu a benção e cerimônia de instalação da Réplica do Cristo Redentor aos pés do Morro Brejatuba. Um momento emocionante em comemoração aos 250 anos de Guaratuba e também comemorando os 68 anos do ponto turístico mais famoso do Litoral, o “Nosso Cristo”. Também ocorreram homenagens com a entrega das Comendas dos 250 anos de Guaratuba às pessoas e famílias que em 1953 iniciaram a história do nosso cartão postal.

MOMENTO CULTURAL – Morro do Cristo

O Momento Cultural conta um pouco mais da história dos 250 anos da nossa linda Guaratuba. A secretária da Cultura e do Turismo, Rocio Bevervanso e o servidor Marcos Fedato, acompanhado do Sr. João Gadotti e sua esposa, contam fatos curiosos e encantadores sobre o Morro do Brejatuba, mais conhecido como Morro do Cristo, um dos principais pontos turísticos de Guaratuba.

Prefeitura realiza Cerimônia de instalação da réplica do Cristo Redentor

No sábado, 31 de julho, aconteceu a Cerimônia de instalação da réplica do Cristo Redentor, na escadaria de acesso ao Morro do Brejatuba, onde encontra-se a imagem gigante que foi instalada em 1953. O evento faz parte das celebrações dos 250 Anos de Guaratuba e aconteceu com todos os protocolos de biossegurança.

No evento ocorreu a entrega da Comenda de 250 Anos para as famílias que participaram em 1953 da história do Cristo Redentor de Guaratuba. 

A família dos escultores Iswaldo e João Fedatto, filho e pai que juntos construíram a imagem do Cristo Redentor, foi uma das homenageadas. Quem recebeu a comenda em nome dos artistas foi a filha de Iswaldo, Raquel Fedatto Zauer. 

A comenda também foi entregue para o construtor João Gadotti, que na época participou da instalação da estátua do Cristo no Morro do Brejatuba. 

Em nome da homenageada Josefa do Amaral Ferreira, viúva do presidente de estado Dr. João Cândido Ferreira, e que fez a doação da estátua do Cristo em memória ao marido, recebeu a comenda o bisneto João Cândido Cunha Pereira Filho.

A réplica do Cristo que foi instalada ao pé do morro Brejatuba possui 1 metro de altura e foi confeccionada no molde original da réplica que serviu de base ao estudo sobre o Cristo de 8 metros, e que encontra-se no túmulo de João Fedatto, em Curitiba. O sobrinho neto Marcos Fedato e a secretária da Cultura e do Turismo, Rocio Bevervanso, localizaram esse segunda réplica em uma floricultura em Curitiba necessitando de alguns reparos, que foram realizados pelo servidor Mário Natalino. 

A secretária da Cultura e do Turismo, Rocio Bevervanso, falou em seu discurso que encaminhou ao prefeito o pedido das pessoas da terceira idade para que houvesse um monumento de mais fácil acesso ao pé do morro e que foi prontamente atendida.  

O prefeito Roberto Justus disse que é preciso que todos tenham acesso ao Cristo para seu momento de religiosidade, pedidos e agradecimentos. Ele também ressaltou a gratidão às famílias que receberam as comendas. 

O deputado estadual Nelson Justus, ao falar dos homenageados que muito fizeram por Guaratuba, lembrou do Sr. Aparício Alves (in memoriam), que junto com o Sr. João Gadotti participou da instalação do Cristo em 1953. 

O idealizador da colocação da imagem do Cristo Redentor no Morro Brejatuba em 1953 foi o então prefeito Miguel Jamur. Pensou primeiramente, em instalar o busto do fundador da cidade, Cel. Afonso Botelho de São Payo e Souza, porém, em diálogo com o Governador Moisés Lupion, e também a pedido da senhora Josefa do Amaral Ferreira, decidiu pelo Cristo Redentor.

Além da instalação da réplica, foi realizado um trabalho de revitalização do ponto turístico que contou com a parceria da Secretaria do Urbanismo, da Secretaria da Infraestrutura e Obras, da Secretaria do Meio Ambiente, da Secretaria da Administração, da Secretaria das Finanças e do Instituto Água e Terra – IAT.

Durante o evento, os “Amiguinhos do Turismo”, projeto da Secretaria da Educação e do Turismo, entregaram material e conversaram com o público sobre a história do Cristo. A amiguinha Amanda Carolina da Silva leu uma poesia sobre o “Cristo de Guaratuba”.

A violoncelista Adriane Savytzky, da Orquestra Sinfônica do Paraná, brindou o evento com uma belíssima apresentação. Também o artista plástico guaratubano, Cristopher Amorim Jendigk, pintou uma tela com a imagem do Cristo Redentor de Guaratuba. 

O Padre Luiz Langer, da paróquia  matriz Nossa Senhora do Bom Sucesso, fez uma benção do local.

Estiveram presentes também na cerimônia a Presidente da Câmara Municipal, Cátia Regina Silvano, vereadores, secretários municipais, familiares dos homenageados, as senhoras do Guaratuba Womans Club, o Clube Guará da Melhor Idade, os ex-vereadores Tristão da Silva Miranda e Laufran Bevervanso, o subtenente Rubens Ferraz, o casal festeiro da Festa do Divino 2022 e demais convidados.

A Secretaria da Cultura e Turismo agradece à Serralheria Paris e equipe, que foram responsáveis pela estrutura parabolt e a instalação da imagem com todos os cuidados de segurança, e também à Secretaria Municipal da Segurança Pública e ao Departamento de Comunicação.

Primeiro Encontro dos Secretários das Pastas de Cultura e Turismo do Litoral do Paraná em Guaratuba

A Prefeitura Municipal de Guaratuba através da Secretaria da Cultura e do Turismo promove o primeiro Encontro dos Secretários das Pastas de Cultura e Turismo do Litoral do Paraná. Estiveram presentes os representantes das cidades de Antonina Thiago Afonso de Souza, Paranaguá Harrison Moreira de Camargo, Pontal do Paraná Gilberto Keserle e João Carlos Marcon, Matinhos Rubson Cesar Martinez e Susan Renée Klein, Guaratuba Maria do Rocio Braga Bevervanso o presidente da Adetur Litoral Nelson Cotovicz Filho e da representante executiva da Adetur litoral Patrícia Assis. Pela manhã aconteceu uma apresentação da equipe da Secretaria de Cultura e Turismo de Guaratuba, a fala de boas-vindas do Vice-Prefeito Edison Camargo que na ocasião representou o Prefeito Municipal Roberto Justus. A Secretária da Cultura e do Turismo, Maria do Rocio Bevervanso explicou o motivo do encontro, os convidados puderam assistir vídeos sobre a fundação da cidade de Guaratuba com Coronel Alexandre de Botelho de São Payo e Souza e dos índios Carijós.
A Secretária levou os representantes dos municípios litorâneos para um tour passando pelos principais pontos turísticos da cidade. Gruta de Nossa Senhora de Lourdes, Praia Central e Cristo, a Igreja Centenária patrimônio tombado histórico, a Praça Central, Marco Zero, Praça dos Namorados, Casarão da Cultura, Terminal Pesqueiro Turístico.
Após o almoço onde os convidados puderam apreciar comidas típicas do município e assistir uma belíssima apresentação de fandango, dança cultural de nossa região, realizada pelo professor e coreógrafo Santos Marques e a professora e bailarina Paola da Rosa. Seguiram para palestras com o professor Pancho sobre o cultivo das ostras. O diretor do Porto de Paranaguá André Pioli dissertou sobre os projetos do porto para os sete municípios do litoral. A representante da ADETUR Patrícia Assis falou sobre uma prospecção de trabalho junto a Secretaria da Cultura e do Turismo em relação ao novo projeto do mapa de turismo do estado, e no quanto esta parceria pode ser benéfica para os sete municípios do litoral. Após as palestras aconteceu uma roda de conversa com troca de experiências entre os municípios.
Os secretários presentes receberam um livro de Joaquim Mafra para que esses fossem entregues aos prefeitos de seus municípios e o certificado de presença, finalizando com coffee break.

Estátua do Cristo de Guaratuba

A estátua do Cristo de Guaratuba foi idealizada por Miguel Jamur, ex-prefeito do município, hoje já falecido. Em uma entrevista com ele me contou que no início pensou instalar um Busto do fundador da cidade de Guaratuba, Cel. Afonso Botelho de São Payo e Souza., tornando o local um ponto turístico. Porém mudou de ideia e a substituiu pela imagem do Cristo. Por sugestão de José Lupion, irmão do então Governador do Estado do Paraná, Sr. Moyses Lupion, contratou Iswaldo Fedatto de Curitiba, para realizar o trabalho artístico. Fedatto preparou a estátua em sete anéis ocos confeccionados com arame, barro e cimento. Quando chegaram em Guaratuba ficaram guardados no Depósito da Garagem Municipal que achava-se localizado no antigo Mercado Municipal, onde hoje é o complexo de bares do Santo Canto. A responsabilidade de transportá-los até o Brejatuba foi do senhor Luiz Basílio, motorista de um Chevrolet que a Prefeitura possuía. Os anéis eram muito pesados e foram transportados até o topo do Morro do Brejatuba um a um, puxados por cordas grossas que foram amarradas nas arvores existentes no morro.

Foi construído uma espécie de trilha de madeira e as cordas amarradas num pedaço de tronco bifurcado (zorra) onde foi passado sabão para facilitar a subida. Um acidente de trabalho quase aconteceu quando um dos elos soltou-se vindo a se espatifar nas pedras, sendo necessário a construção de outro. Ambos sobrepostos e preenchidos com concreto e pedra montavam a imagem gigante. Para realizar a obra, Fedatto contratou o Seu Aparício Alves, responsáveis por muitas outras obras monumentais em Guaratuba.

A estátua deveria ficar com um dos braços voltado para a boca da Baia para abençoar os pescadores que entravam e saíam, pois na época só tinham acesso por meio de canoas e barcos grandes, e muitos eram os que morriam na expectativa ou tentativa de passar pela Barra. O outro braço com a mão no peito guarda um frasco com água benta espargindo a cidade.

A estátua do Cristo foi um presente do Dr. João Cândido Ferreira em homenagem a sua esposa Josefa.Ele gostava muito de Guaratuba e sonhava construir uma estrada, porém faleceu em 20 de fevereiro de 1948, não concretizando seus ideais.

A estrada foi então iniciada 40 anos depois no governo de Moyses Lupion. A viúva do então Ex-Governador Dr. João Cândido Ferreira, senhora Josefa do Amaral Ferreira, decidiu que pagaria as despesas do monumento, segundo me relatou o Sr. Miguel Jamur na ocasião da entrevista. Pagou no entanto 80% e os restantes 20% ficaram por conta da Prefeitura – Gestão Miguel Jamur, idealizador da estátua.

A inauguração aconteceu em 23 de junho de 1953 com seus 260 degraus, cujos responsáveis pela construção dos mesmos foram o Senhor João Gadotti, Aparicio Alves, Alcides Quintino, Diamiro e outros, ficando prontos já em abril de 1953. A placa inaugural fixada na época foi arrancada por duas vezes, por vandalos. Daí então nunca mais foi localizada. e nem susbstituida. Esteve presente na cerimônia o Sr. Francisco Cunha Pereira, Genro do Ex-Governador João Cândido Ferreira , familiares e autoridades locais. No ano de 1991 foi mandado construir pelo Prefeito Aldo Abagge um elevador panorâmico facilitando o acesso ao Morro principalmente para pessoas da melhor idade e pessoas com debilidades motoras, entretanto atendendo a uma determinação do Meio Ambiente, o elevador foi extinto.

Em 1994 cogitou-se a construção de um teleférico que levaria turistas e visitantes do Morro do Cristo ao Morro das Caieiras, porém o Projeto não saiu do papel. Em 13 de maio de 2000 na gestão do Prefeito Everson Kravetz com a presença maciça da comunidade guaratubana, o Deputado Federal Luciano Pizato, o Presidente da Assembléia Legislativa do Paraná , Deputado Nelson Justus representando o Jornalista Francisco Cunha Pereira, Deputado Cézar Seleme, o Juiz da Comarca de Guaratuba, Dr. Noedi Bitencourt Martins, Vereadores e Secretários Municipais , realizaram a celebração e benção solene da Estátua do Cristo Redentor revitalizada. A cerimônia foi conduzida pelo Pároco da Igreja de Nossa Senhora do Bom Sucesso, Padre Carlos Hergenhoeder e pelo Padre Adriano Franzói, contando a presença do Coral de Crianças da Catequese, que durante a celebração jogaram inúmeras pétalas de rosas.

O Studio de Dança Professor Santos apresentou coreografias aos presentes. O escultor paranaense Luiz Trevisan foi o responsável pelo trabalho de restauração da estátua, constando entre elas a adequação da escada via de acesso ao cume do morro, colocação de corrimão em toda sua extensão com vários pontos para descanso, iluminação em todo o percurso, sala de memória, oratório, um mirante de onde se pode avistar toda a cidade e a elevação da estátua do Cristo a nove metros de altura. A iluminação e vigilancia noturna permitiam visitação à noite. Abençoando a cidade, sobressaindo na paisagem, o Morro também serviu como posto de observação durante a 2ª Guerra Mundial, quando os soldados do Vigésimo Batalhão de Infantaria de Curitiba, utilizava o local.

Em 2009 na gestão da Prefeita Evani Justus reparos foram realizados e a Casa da Cultura homenageou o bisneto de João Cândido e Josefa do Amaral, que exerceu a profissão de Oftalmologista em nossa cidade.

A estátua do Morro do Cristo é uma obra de arte magnifica e de um valor imenso. Na época em que foi instalada visto as dificuldades encontradas, continua sendo um presente para nossa cidade, pois continua exuberante em seu local de origem. Sou grata por todas as informações que recebi enquanto Diretora da Cultura deste município, oferecendo-me a oportunidade de nos dias atuais contar aos que me procuram a história deste monumento.